quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Marchinhas de carnaval, quem gosta? levanta a mão!

Hoje li no facebook alguém comentando que não gosta de carnaval...fiquei pensando: hoje não vou mais, não tenho ido, talvez por falta de companhia, ou minhas vontades são outras, não sei..mas sempre gostei, principalmente as marchinhas de carnaval e baile de salão, ô coisa boa!
Adorava chegar cedo e ir embora só quando acabava com dia raiando.
Vamos lembrar umas marchinhas...

Chiquita Bacana

Foi composta por Alberto Ribeiro e João de Barro, o Braguinha, em 1948, e se tornou a sensação do Carnaval no ano seguinte – e no outro, e no outro… E essa marchinha deu frutos, literalmente: a música A Filha da Chiquita Bacana, por Caetano Veloso, que diz “puxei a mamãe”.
Refrão: Chiquita Bacana lá da Martinica / Se veste com uma casca de banana nanica

Mamãe eu quero
A gravação original de Mamãe Eu Quero data de 1937, sob autoria de Jararaca e Vicente Paiva. Mas ela só passou a ser uma das queridinhas do Carnaval depois que Carmen Miranda a regravou em 1941. Por isso, quase todo mundo credita a composição erroneamente a ela.
Refrão: Mamãe eu quero / Mamãe eu quero / Mamãe eu quero mamar / Dá a chupeta / Dá a chupeta / Dá a chupeta / Dá a chupeta pro bebê não chorar


O teu cabelo não nega
Abre Alas é pioneira, mas se a marchinha é tão popular hoje em dia, deve muito a Teu Cabelo Não Nega, que bombou em 1932. A letra original foi criada por uma dupla pernambucana que a entregou aos cuidados de Lamartine Babo, para que ele lhe desse “um ar mais carioca”.
Refrão: O teu cabelo não nega, mulata / Porque és mulata na cor / Mas como a cor não pega, mulata / Mulata eu quero o teu amor



A turma do funil
A marchinha foi criada em 1956 por Mirabeau, M de Oliveira e Urgel de Castro e ganhou uma regravação de muito sucesso em 1980, por Tom Jobim e Miúcha.
Refrão: Chegou a turma do funil / Todo mundo bebe / Mas ninguém dorme no ponto / Ai ai, ninguém dorme no ponto / Nós é que bebemos e eles que ficam tontos




E tinha mais, quem lembra: Saca rolha?
As águas vão rolar / Garrafa cheia eu não quero ver sobrar / Eu passo a mão na saca, saca, saca-rolha / E bebo até me afogar 


Aurora? Grande Mário Lago!!
Se você fosse sincera / Ô ô ô ô Aurora / Veja só que bom que era / Ô ô ô ô Aurora


Isso p/ mim era carnaval, agora este carnaval de axê, pagode, funk???
Me desculpem, quem gosta...mas de carnaval não tem nada!!

SE você assim como eu é deste tempo..rsrsrs..dos bons carnavais...deixa um pitaco ai..

Bjos e bom carnaval!!




Nenhum comentário: