sábado, 13 de março de 2010

dIVINO eSPIRITO sANTO

Cuiabá foi fundada em 1719 e desde 1722 é realizada em julho a festa do divino Espirito Santo,

é uma semana de festa, visitam + ou - 200 mil pessoas ..

tem barraquinhas com comidas tipicas..aliás as comidas cuibana... só eles mesmo sabem fazer!!
bem que eu tento ...mas não fica igual...

adoro quadros com Divino..
hje encontrei um senhor aqui em Cuiabá que faz o Divino na madeira, encomendei alguns p/ fazer quadros, mandalas assim que minhas obras estiverem prontas posto aqui..

não vejo a horaaa...

vou na quarta pegar os Divinos...

enqto isso posto aqui um que eu fiz





e alguns da net...google





se vc é como eu e gosta de Divinos post aqui seu comentáriooo.......

bom findi semana e que o Espirito Santo o ilumine!!




comida tipica cuiabana servida na festa:

CARNE COM ARROZ (MARIA IZABEL ou MARIZABEL)



Este prato é conhecido pelos peões pantaneiros como “quebra-torto”, nome dado à primeira refeição do dia, por ser substanciosa, sempre na base do arroz com pedaços de carne-seca. Para dar sorte, os peões seguem um ritual: servem-se da comida sempre no sentido da comitiva; levantam a tampa da panela utilizando somente o dedo mindinho esquerdo, enquanto o resto da mão segura o prato; usam a colher com a mão direita. Se a tampa cair no chão, o peão é penalizado com a multa de um frango, comprado pelo cozinheiro na primeira oportunidade e descontado do salário do infrator.

Ingredientes:

1 kg de carne seca ou charque
1 kg de arroz
Alho
Óleo
Cebola
Cebolinha verde
Pimentão
Tomate
Pimenta-do-reino e sal

Modo de Preparo:

Corte a carne seca ou charque em pedacinhos. Lave até sair todo o sal. Coloque uma panela no fogo, com óleo, cebola e alho. Em seguida, despeje a carne e frite bem até dourar. Depois de fritat a carne, coloque o arroz e frite juntamente com a carne. Coloque água até cobrir o arroz. Tempere com pimentão, pimenta-do-reino, tomate, cebolinha verde e sal a gosto.



fica uma delíciaaaa!!


ai eles servem com esta farofa de banana da terra

FAROFA DE BANANA

Sendo um dos alimentos mais completos e baratos, a banana é uma fruta muito consumida no país. No Mato Grosso, uma cidade que se destaca no plantio desta rica fruta é Nossa Senhora do Livramento, localizada a 25 km de Cuiabá. Sua população foi carinhosamente apelidada de “papa-banana”, por estar voltada para o cultivo e produção de produtos derivados da banana.

Ingredientes:

5 bananas-da-terra maduras
2 xícaras de farinha de mandioca
Cebola
Sal
Óleo

Modo de Preparo:

Descasque e corte as banaas em rodelas finas ou cubinhos, fritando bem, até corar. Reserve. Frite, à parte, a cebola. Acrescente a farinha e o sal, mexendo até corar a farinha. Coloque as bananas fritas, misture bem e retire do fogo.



FURRUNDU

Tradicional sobremesa cuiabana, é uma mistura de mamão com rapadura e coco. Maduro e ao natural, o mamão constitui um excelente alimento, pois é rico em sais minerais com cálcio, fósforo, ferro, sódio, potássio, que participam na formação de ossos, dentes e sangue, evitam a fadiga mental, produzem energia e ajudam a manter o equilíbrio interno do organismo. Também rico em vitamina A que protege a pele e a vista e vitamina C que fortalece os ossos e gengivas.

Ingredientes:

3 mamões
2 rapaduras comuns
Coco ralado
Gengibre
Cravo e canela

Modo de Preparo:

Para fazer o Furrundu o mamão deve ser ralado e bem lavado. Em seguida é levado ao fogo com rapadura, coco, gengibre, cravo e canela para cozinhar até o ponto desejado (de colher ou de tablete).

DOCE DE CAJU

É um dos tradicionais doces cuiabanos; sua produção, em maior escala, é no período da safra da fruta que ocorre nos meses de agosto e setembro. Do ponto de vista nutritivo, é uma fruta muito rica. Seu teor de vitamina C é bem maior que o da laranja. O caju tem ainda quantidades razoáveis de Niacina, uma das vitaminas do Complexo B e ferro.

Ingredientes:

100 cajus
3 kg de açúcar

Modo de Preparo:

Descascar os cajus, furar e espremer. Despeja-los em uma vasilha com água e tornar a espremê-los. Em seguida, colocá-los em uma calda rala, deixando cozinhar até ficarem macios. Após o resfriamento, colocá-los em vidro bem tampado.

3 comentários:

Ana Maria ( Jeito de Casa ) disse...

oi Zu

Também sou apaixonada por divinos!!!
quero te convidar pra passar no meu blog que está rolando uma promoção...


bjocas

Ruby Fernandes disse...

Eu adoooro divinos! Fiz um quadrinho para meu novo atelier, logo vou mostrar no bloguito!
Bjo flor *Ü*

Zú Leide disse...

meninas brigada visita!!

a hora fizer meus divinos vou postar