sexta-feira, 6 de julho de 2012

Revista Geração Pop


Ontem citei sobre esta revista no blog da minha amiga Rafa, me deu saudades de uma época em que se curtia muito rock, e eu vivia comprando esta revista e devorando, então fui pesquisar sobre assunto.
Revista Geração Pop foi lançada pela Editora Abril, destinada ao público jovem interessado em viver as mudanças de comportamento pelo qual os anos 1970 ficaram marcados. Sua primeira publicação foi em 1972 e foi até 1979.
Influenciou toda uma geração, assim como também profissionais ligados ao mundo da cultura e das artes. A Revista abordava temas ainda polêmicos para época como virgindade, viajar de carona, de motocicletas e atitudes comportamentais.
Trazia notícias recentes de shows de rock que aconteciam nos Estados Unidos e Europa. Dava dicas sobre esportes radicais, comosurfskate e também falava de moda e acessórios.
 Trocando em miúdos: A Pop era uma revista voltada para um público jovem, abordando diversos tipos de matérias, desde tendências da moda até esportes radicais. 




Tudo que você queria saber de moda e musica, estavam ali naquelas paginas, era um consenso nos meios mídiáticos de que a década de 1970 tornou-se um marco cultural do século XX, principalmente para os jovens – foi quando no Brasil surgiram as primeiras publicações destinadas aos rockeiros. Nesta época pré-internet, em se falando da mídia escrita, essas revistas específicas eram os únicos meios de os jovens de então obterem maiores informações sobre bandas e discos lançados. Na esteira dessa avalanche conhecida como “cultura pop”, em princípios dos anos 70, a Editora Abril lançou a revista Geração Pop, publicação que durou 82 edições – de novembro de 1972 (foto) a agosto de 1979 –, e influenciou uma geração não só de jovens, mas de artistas, jornalistas, editores, estilistas e outros setores envolvidos com a arte e cultura. Esta revista foi um marco editorial do período, pois não houve no Brasil uma publicação que retratasse tão bem e de maneira diversificada as tendências de uma década riquíssima culturalmente falando, década esta ainda hoje tão cultuada e imitada.

Uma época que ditou moda e tendências musicais, uma época onde na minha opinião tinha música de verdade, desculpe ai a nova geração!!
Diversos nomes importantes do jornalismo passaram por ela como Caco Barcelos, Ezequiel Neves, Júlio Barroso, Okky de Souza, Leon Cakoff, Pink Wainer (filha da Danuza Leão), o fotógrafo Mauricio Valadares, José Emilio Rondeau, Ana Maria Bahiana, Peninha Shimidt, o DJ Big Boy, o escritor e produtor Nelson Mota, etc.




Neste sábado tem blogagem coletiva de esmaltes, 
Adorei o tema! 
Dizem ás más línguas, que ariano não cresce, é uma eterna criança!
E eu adoro tudo que é de criança, boneca, estojo lápis diferente, adesivos etc..então não poderia deixar de participar desta!   vejam aqui






Beijos, Zú
(Fonte e imagens: Wikipedia, apologo 11, google)


2 comentários:

Lamarque Bezerra disse...

zu - muito bem elaborado seu espaço. parabens por investir nele. ja estou seguindo - abraços lamarque

Rafaela disse...

Zu adorei!!! Vc sabe como gosto de uma revista e se for antigona assim piro! rs.
Eu já não tenho mais onde guardar minhas revistas, rs. Andei salvando algumas Claudias dessa época da casa da avó do meu marido.
Essa eu ainda não conhecia, fiquei curiosa.
Um ótimo início de semana!
Bjus

Rafaela
https://rafaelando.com/