sábado, 4 de julho de 2009

1 CORÍNTIOS 1-13




Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e näo tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e näo tivesse amor, nada seria.

E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e näo tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

O amor é sofredor, é benigno; o amor näo é invejoso; o amor näo trata com leviandade, näo se ensoberbece.

Näo se porta com indecência, näo busca os seus interesses, näo se irrita, näo suspeita mal;

Näo folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor nunca falha; mas havendo profecias, seräo aniquiladas; havendo línguas, cessaräo; havendo ciência, desaparecerá;

Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;

Mas, quando vier o que é perfeito, entäo o que o é em parte será aniquilado.

Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.

Porque agora vemos por espelho em enigma, mas entäo veremos face a face; agora conheço em parte, mas entäo conhecerei como também sou conhecido.

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

O Apóstolo Paulo ressalta a importância do dom de amar o Próximo. A prática deste dom é uma execelente forma de fazer com que as pessoas conheçam o amor que o Pai tem pelos seus filhos. Exorta, outrossim, a que se procurem, diligentemente, os dons espirituais, com destaque especial ao anunciar a mensagem de Deus. Isso é necessário para que a Igreja cresça. para fazer a chegar a mensagem ao destino e atingir os corações das pessoas, ela tem que ser clara. por isso , o apóstolo ressalta que os mensageiros do Evangelho devem usar todos os meios para comunicar-se, e devem fazê-lo com clareza, de modo que os ouvintes a entendam.

Como você anuncia o Evangelho? Talvez, você se justifique, dizendo que isso é tarefa de pastores, que estudaram Teologia e foram preparados, especialmente, para isso. As sagradas escrituras apresenta outro pensamento . O próprio apóstolo ressalta que todas as pessoas receberam dons espirituais para poderem dar a sua contribuição na edificação da comunidade. Também você os recebeu. Quem sabe, você tem o dom da música, de consolar pessoas enfermas ou enlutadas, de trabalhar com idosos, com crianças; ou você é pintor, pedreiro, médico... continue pensando e, com certeza, descobrirá os dons que Deus lhe deu, para, através deles, anunciar a sua mensagem.

Tenham um bom dia!

Nenhum comentário: