sábado, 18 de julho de 2009

A pergunta sem resposta


P:S parte extraido texto Paulo Coelho

Essa é uma pergunta que já tirei há muito tempo da cabeça, justamente porque não sei respondê-la.

Não sou o único. No decorrer de todos estes anos, convivi com todo tipo de pessoas: ricas, pobres, poderosas e acomodadas. Em todos os olhos que cruzaram com os meus, sempre achei que estava faltando algo – e estou incluindo aí guerreiros, sábios, gente que não teria nada para se queixar.

Algumas pessoas parecem felizes: simplesmente não pensam no tema. Outras fazem planos: vou ter um marido, uma casa, dois filhos, uma casa de campo. Enquanto estão ocupadas com isso, são como touros em busca do toureiro: não pensam, apenas seguem adiante. Conseguem seu carro, às vezes conseguem até sua Ferrari, acham que o sentido da vida está ali, e não fazem jamais a pergunta. Mas apesar de tudo, os olhos traem uma tristeza que nem estas pessoas sabem que tem.

Não sei se todo mundo é infeliz. Sei que as pessoas estão sempre ocupadas: trabalhando além da hora, cuidando dos filhos, do marido, da carreira, do diploma, do que fazer amanhã, o que falta comprar, o que é preciso ter para não sentir-se inferior, etc.

continuando..minha modesta contribuição:
e nesta busca, pelas coisas materiais muitas x acabamos trabalhando muito, dedicando pouco tempo a nós mesmos e as coisas que gostamos e ai vem as incertezas as dores da alma e do fisico..senão bastasse isso passamos o tempo todo comprando, pagando, comprando, pagando..
se temos temos uma televisão x queremos uma y mais moderna, nos tempos modernos, não conseguimos acompanhar todo esta gama de produtos inovadores que são despejados no mercado todos os dias..eu que o diga! como publicitaria gosto muito de propagandas,bem feitas, mas somente apreciar o belo da propaganda e se policiar p/ não querer embarcar nestas ofertas todas.
mas cnfesso, já fui mais consumista!
as x me pergunto: será que eu preciso disso tudo? pergunto e se eu morrer hoje, quem vai querer ficar com minhas roupas, biju, maquiagem, enfeites, livros, revistas, fotos...??
pq ninguem quer usar algo de um morto! é cruel, mas é verdade! pelo menos as pessoas proximas!

para se pensar e novamente rever nossos conceitos!!
onde está a tal felicidade?

é melhor procurarmos respostas dentro de nós e não nas coisas materiais, claro que conforto é muito bom!! mas não deixa ninguem feliz! talvez no momento, mas passou a empolgação e vem os questionamentos????
boa semana!!

Nenhum comentário: