Pular para o conteúdo principal

Coco Chanel



Gabrielle Bonheur Chanel, (Saumur, 19 de agosto de 1883 – Paris, 10 de janeiro de 1971), mais conhecida como Coco Chanel, foi uma importante estilista francesa e uma mulher à frente do seu tempo. As suas criações até hoje ditam e influenciam a moda mundial. É a fundadora da empresa de vestuário Chanel S.A.

A família de Gabrielle era muito numerosa: tinha quatro irmãos (dois meninos e duas meninas). O pai, Albert Chanel, era caixeiro-viajante e a mãe, Jeanne Devolle, era doméstica.

Depois da morte precoce da mãe, que faleceu de tuberculose, o pai de Chanel ficou com a responsabilidade de tomar conta das crianças. Devido à profissão do seu pai, Coco e as irmãs foram educadas num colégio interno, enquanto que os irmãos foram trabalhar numa quinta.

Em 1903, com vinte anos, Gabrielle saiu do colégio e tentou procurar emprego na área do comércio e da dança (como bailarina) e também fez tentativas no teatro, onde raramente teve grandes papéis devido à sua estatura.

Com vinte e cinco anos, Chanel conheceu um rico comerciante de tecidos, chamado Etienne Balsan, com quem passou a viver.

Por volta de 1910, na capital parisiense, Coco conheceu o grande amor da sua vida: um milionário inglês Arthur Boyle.

Boyle ajudou-a a abrir a sua primeira loja de chapéus. A loja Chanel iria tornar-se num sucesso e apareceria nas revistas de moda mais famosas de Paris. Com este relacionamento, Chanel aprendeu a frequentar o meio sofisticado da Cidade Luz.



Algum tempo depois, Boyle acabou a relação com Gabrielle para se casar com uma inglesa e meses mais tarde morreu num desastre de carro.

Com este desgosto, Chanel abriu a primeira casa de costura, comercializando também chapéus. Nessa mesma casa, começou a vender roupas desportivas para ir à praia e para montar a cavalo. Pioneira, também inventou as primeiras calças femininas



No início dos anos 20, Chanel conheceu e apaixonou-se por um príncipe russo pobre, Dmitri Pavlovich, que tinha fugido com a sua família da Rússia, então União Soviética.

A sua relação com Paulovitch fê-la desenhar roupas com bordados do folclore russo e, para isso, contratou 20 bordadeiras.

Neste período, Chanel conheceu muitos artistas importantes, tais como Pablo Picasso, Luchino Visconti e Greta Garbo.

As suas roupas vestiram as grandes actrizes de Hollywood, e o seu estilo ditava a moda em todo o mundo. Além de confecções próprias, desenvolveu perfumes com a sua marca. Os seus tailleurs são referência até hoje.

Em 1921, criou o perfume que a iria converter numa grande celebridade por todo mundo, o nº5. O nome referia-se ao seu algarismo da sorte. Depois deste perfume, veio o nº17, mas este não teve o mesmo êxito que o nº5.





Durante a Segunda Guerra Mundial, Chanel fechou a casa e envolveu-se romanticamente com um oficial alemão. Reabriu-a em 1954
No final da guerra, os franceses aceitaram mal este romance e deixaram de frequentar a sua casa. Nesta década, Chanel teve portanto dificuldades financeiras. Para manter a casa aberta, Chanel começou a vender suas roupas para o outro lado do Atlântico, passando a residir na Suíça.

Devido à morte do ex-presidente norte-americano John Kennedy e à admiração da ex-primeira-dama Jackie Kennedy por Chanel, ela começou a aparecer nas revistas de moda com a criação dos seus tailleurs (casacos, fato e sapatos). Depois voltou a residir na França.

Faleceu no Hotel Ritz Paris em 1971, onde viveu por anos. O seu funeral foi assistido por centenas de pessoas que levaram as suas roupas em sinal de homenagem.



OpS: conclusão: naõ basta ter talento, tem ter um milionario dando uma forcinhaa...hehehe...

era tudo que eu queriaa!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crochê Maravilha!!

Ah, crochê!!
Como eu gosto!
Cara de aconchego,
Cara da minha adolescencia!
Fazia muito croche dos meus 13 anos acho que ate uns 35 anos, depois devido outras ocupações , larguei de mão, mas qdo vejo algo assim: babo!!
A-Do-RO!!!












Querem ver mais?

Encontre aqui: http://www.craftsy.com/


Bom domingo!
Beijos,


Visite meu blog de estética e veja dicas sobre beleza, tratamentos, cremes etc.. http://www.zestetica.blogspot.com.br/

Reutilizando gavetas e portas guarda-roupa

Como vejo portas de guarda roupa e gavetas jogadas no lixo, morro de dó, mas aqui em casa, uma casa pequena, não tenho como ficar por ai catando porque não tenho onde colocar. Mesmo assim tenho guardada ainda umas portas e gavetas que depois vou dar um jeito de usá-las.
Gostei muito desta ideia, vou aproveitar para fazer na minha cozinha, mas acho que colocaria uma corzinha nas gavetas.
Imagem: portalorganico
Essas coloridas, tanto pode alegrar um quarto qto uma sala.
Aqui no banheiro forrado com jornal, bem original a ideia.
Imagem: diydecoracao.blogspot.com

Minhas gavetas: uso na minha sala atendimento



Não tem dinheiro para comprar prateleiras?
Dá uma espiada nos lixos, ou nos pregões que tem aqueles guarda-roupa de 2 portas barato, compra, desmonta, você pode reutilizar as portas, gavetas...

Olhem que ideia bacana, dá para reaproveitar portas de guarda roupas.


Imagem: juliapetit

Aqui não foi usado porta, mas tranquilamente dá p/ aproveitar portas de guarda roupa e fazer.


Imagem: coisasdadoris.c…

Paixão por portas!

Gente sou apaixonada por portas coloridas, selecionei umas imagens para vocês e espero que assim como eu curtam!













Imagens: pinterest


Bom domingo!!





Visite meu blog de estética e veja dicas sobre beleza, tratamentos, cremes etc.. http://www.zestetica.blogspot.com.br/