domingo, 12 de dezembro de 2010

Domingo..contagem regressiva..3,2,1

Faltam exatamente 13 dias para o natal!!
13 dias onde todos correm, nas empresas tem que acelerar produção, escritórios colocar serviço em dia... em todos lugares só se ouve falar no final de ano, na expectativa das compras, das ferias, de comprar passagens, roupas, na ceia enfim...tudo que envolve essa data.
Mas quase não ouvimos as pessoas falarem no nascimento de Jesus Cristo do qto é significativo este dia, parece que papai-noel ganha mais destaque nesta época, fica parecendo que ele que é o aniversariante.
Eu acho lindo a decoração de natal..aqui mesmo em casa não fiz presépio, só uma mini árvore onde coloquei papai noel, velas..me dei conta disso escrevendo este texto.
E quase todas decorações de natal que vi, não tinha o Cristo, só papai-noel.
Qdo criança até idade já adulta minha mãe sempre fez a árvore, mas ela nunca deixou de montar o presépio, inclusive natal passado que passei com ela lá estava seu presépio montado.

Temos que nos policiar para manter a tradição e deixar vivo no coração das crianças o significado do natal!

Vamos então contar A História do Presépio de Natal

Ao lado do pinheirinho e dos presentes, o presépio é talvez uma das mais antigas formas de caracterização do Natal. A palavra presépio significa “um lugar onde se recolhe o gado; curral, estábulo”. Porém, esta também é a designação dada à representação artística do nascimento do Menino Jesus num estábulo.
No ano de 1223, no lugar da tradicional celebração do natal na igreja, São Francisco, tentando reviver a ocasião do nascimento do Menino Jesus, festejou a véspera do Natal com os seus irmãos e cidadãos de Assis na floresta de Greccio. São Francisco começou então a divulgar a idéia de criar figuras em barro que representassem o ambiente do nascimento de Jesus.

De lá pra cá, não há dúvidas que a tradição do presépio natalino se difundiu pelo mundo criando uma ligação com a festa do Natal. Já no século XVIII, a recriação da cena do nascimento de Jesus estava completamente inserida nas tradições de Nápoles e da Península Ibérica.

Neste mesmo século, vindo de Nápoles, o hábito de manter o presépio nas salas dos lares com figuras de barro ou madeira difundiu-se por toda a Europa e de lá chegou ao Brasil. Hoje, nas igrejas e nos lares cristãos de todo o mundo são montados presépios recordando o nascimento do Menino Jesus, com imagens, de madeira, barro ou plástico, em tamanhos diversos.

Bom natal e viva Nosso Senhor Jesus Cristo!!

2 comentários:

Bricolar e Poupar disse...

Tem toda a razão tem-se vindo a substituir a imagem de Jesus pelo pai natal. Temos mesmo de voltar ao inicio e ensinar bem as crianças, acho que isto do Pai Natal deve fazer uma tremenda confusão na cabeça das crianças, muitas delas devem até confundir Jesus com o "senhor de vermelho", e isso não e certo. Está a perder-se o verdadeiro sentido desta quadra tão importante...

Zú Leide disse...

Verdade, a gente fica taõ entusiasmada com tantos enfeites natalinos com o bom velhinho que esquece que natal é Jesus, seu nascimento. bjuus!